Loading...

A nova opção na área da mobilidade: O Carsharing

São já cerca de 30 mil registos de utilizadores entre os vários operadores de carsharing em Portugal. Os mais requisitados são os veículos elétricos.

Este sistema de partilha teve o seu grande impulso há cerca de 3 anos. A sua gestão é feita através de uma aplicação mobile, onde é possível fazer o registo, reservar um automóvel nos vários pontos disponíveis e escolher o percurso, sem ter que usar dinheiro físico para pagar. E tudo isto, através da aplicação.

Este conceito surge na Europa, mais precisamente na Bélgica na década de 60 embora tenha ganho grande impulso nos EUA em 2000. Teve como objectivo a redução do número de viaturas em circulação através da maior otimização dos recursos disponíveis. Passado esse tempo, vemos que praticamente todos os fabricantes dispõem de serviços de carsharing directamente ou através de parcerias.

Estamos perante um novo paradigma da mobilidade urbana, onde a partilha é cada vez mais transversal nos transporte incluindo os transportes públicos clássicos, o carsharing, bikesharing (partilha de bicicletas) ou o carpooling, (veículo utilizado ao mesmo tempo por várias pessoas para um determinado trajeto).

A Oferta em Portugal:

A DriveNow, que resulta da parceria entre o Grupo BMW e a empresa de rent-a-car Sixt, a Citydrive com uma frota Opel e Skoda, a 24/7 City empresa ligada ao grupo Hertz com uma frota de veículos electricos BMWi3 são as empresas de carsharing a operar atualmente em Portugal.

Para ter uma ideia, uma viagem de cerca de 20 minutos, que é a media de utilização de um veículo em carsharing, poderá custar cerca de seis euros. O preço, por minuto é de 19,90 cêntimos a 31 cêntimos, dependendo da empresa e do veículo utilizado.

É sem dúvida uma alternativa cada vez mais utilizada nas cidades e que poderá facilitar a nossa vida. Já experimentou?

Texto: Sofia Alçada
Imagem: Unsplash | chuttersnap

Artigos recentes