Loading...

Beleza não tem idade, na cidade

No dia 14 de setembro, a Praça do Comércio, em Lisboa, coloriu-se de beleza e glamour. A noite estava belíssima e a moldura humana soberba. Deu-se início à segunda edição do “Beleza não tem IDADE, na Cidade”. Pelo segundo ano consecutivo, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e a Câmara Municipal de Lisboa uniram-se no combate à intolerância face à idade e aos preconceitos (estigma).

Este evento apela às artes (moda, música e multimédia) personificadas na relevância participativa das pessoas, que são o cerne da sociedade, no reconhecimento da importância de todos os grupos etários e dos seus distintos papéis no reforço da coesão. O palco iluminou-se com o brilho dos participantes: desde utentes da SCML a manequins profissionais, artistas bem conhecidos dos media, e pela primeira vez dirigentes da SCML imprimiram ao projeto a sua generosidade, contribuindo no seu todo para a rutura do paradigma face ao estigma e ao preconceito, para o desenvolvimento de uma nova cultura face à longevidade, baseada nos direitos humanos.

Este evento, mais do que um desfile de moda, pintado por bonitos acordes e por efeitos mágicos, pretende ser um palco de muitas emoções. O projeto “Beleza não tem IDADE” teve início com uma produção de moda que originou um livro com o mesmo nome e uma exposição fotográfica no Espaço Santa Casa.

Seguiram-se-lhe duas edições, que materializaram o início deste pertinente projeto. A primeira edição (31 de outubro de 2017) realizou-se no Pavilhão Carlos Lopes, com o mesmo propósito de reconhecimento e sensibilização para uma sociedade de todos e para todos. O espetáculo deste ano decorreu em pleno coração da cidade de Lisboa, ao ar livre, aproximando cada vez mais as pessoas e possibilitando uma vivência efetiva da moda, ou seja, a beleza não tem idade, não tem uma só cor e não é uma ciência exata. Aqui, as pessoas são os protagonistas, nesta passerelle desfila gente cheia de vida, de vivências únicas. Pessoas carregadas de história que dão alma a esta bonita cidade.

A noite de 14 de setembro representou para a SCML um momento de grande simbolismo, imenso gosto, orgulho e “vaidade”, sendo que a própria Misericórdia de Lisboa, com os seus 520 anos, é a prova evidente de uma beleza inequívoca, fonte de renovação e inovação, com o respeito pelas pessoas, pela cidadania e pela participação. Este momento único incute-nos uma grande responsabilidade, na promoção de uma cidade para todas as idades, atendendo à grandiosidade deste acontecimento, que conta com a participação da Santa Casa, de forma solidária, empenhada e comprometida com as pessoas.

Texto: Edição do Impulso+ de dia 04 de Outubro do Jornal Público

Imagem: António Carvalho

Artigos recentes