Loading...

Benefícios dos jogos de tabuleiro: Atire o dado e avance uma casa!

Se em Portugal os jogos de tabuleiro estão catalogados desde a época romana e ainda não entraram em desuso, é porque têm os seus atrativos. Afinal, por que se haveria deixar de gostar de chamar os amigos, convidá-los a sentar em redor de uma mesa, estimulá-los a ganhar ou derrotá-los numa partida que, no final, garantiu a todos uma ou duas horas pontuadas de gargalhadas?

Tão ou mais importante do que a toalha de praia e o protetor solar, é levar para as suas férias alguns jogos com que se possa entreter com a família e amigos e envelhecer de forma positiva. Desta vez não falamos de apps instaladas no smartphone que, apesar de poderem ser instrutivas e divertidas, não proporcionam grande convívio. Falamos de jogos de tabuleiro! Além de serem uma alternativa de lazer, a sua prática incentiva a capacidade de memória e ajuda a desenvolver o raciocínio lógico e abstrato. Por isso, coloque na mala o Monopólio e um baralho de cartas ou o dominó, jogo de damas e de xadrez ou… o Pictionary, Cluedo e Trivial? Enfim, géneros não faltam. Dos tradicionais aos modernos, não será difícil encontrar os jogos de tabuleiro ideias para dar mais cor e diversão às suas férias de verão e afastar miúdos e graúdos dos ecrãs de televisão, computadores e smartphones. Pelo menos por umas horas…

Quais os principais benefícios dos jogos de tabuleiro?

  • Os jogos de tabuleiro são lúdicos e divertidos. São uma excelente forma de passar umas horas bem animadas com familiares e amigos, sendo que no final até deixam os jogadores mais tranquilos e relaxados.
  • Outro dos benefícios dos jogos de tabuleiro é o facto de serem fáceis de transportar (particularmente um baralho de cartas) pelo que também se podem jogar na praia, num piquenique, no parque, etc.
  • Os jogos de tabuleiro exercitam a mente, criam estratégias importantes para o desenvolvimento cognitivo e emocional: estes jogos enriquecem as redes neurais, ou seja, as ligações entre as células, e estimulam os neurónios a fazer contato uns com os outros, aumentando importantes reservas do cérebro. Estudos diversos já demonstraram que os jogos de tabuleiro aumentam a capacidade de planeamento, memória, atenção e raciocínio. Os seus benefícios são uma consequência do facto de exigirem que o cérebro se mantenha concentrado durante um longo período e a concentração é um dos pilares fundamentais para o bom funcionamento cognitivo. Outro dos benefícios dos jogos de tabuleiro é o facto de envolverem o exercício da memória verbal e visual, necessária por causa das próprias regras dos jogos para prever os movimentos dos adversários e para projetar os próximos passos. É o cérebro – e também alguma intuição – que permite avançar no sentido de alcançar o melhor resultado no jogo.
  • No plano social, os benefícios dos jogos de tabuleiro passam pelo incentivo ao convívio e isso ajuda-o a envelhecer de forma positiva, pois é sabido que as pessoas que mantém uma rede social continuam a ter funções cognitivas mais ativas, como a linguagem, a memória e o raciocínio, e são menos propensas a incorrer em doenças neurodegenerativas.
  • E por último, os jogos de tabuleiro implicam a partilha de regras entre todos os jogadores o que leva a uma competição saudável, ou seja, ganhar ou perder é quase indiferente porque o que mais interessa é a interação, a companhia e a distração.

Tirar umas horas para uns jogos de tabuleiro com a família ou amigos é sempre uma excelente ideal não só para envelhecer de forma positiva exercitando a memória e convivendo com outras pessoas, como também para se divertir nestas férias!

Texto: Sofia Santos

Imagem: Unsplash

Artigos recentes