Loading...

IMI a pagar baixa em 52 municípios

Metade dos 308 concelhos já cobra a taxa mínima de 0,3% de imposto sobre imóveis e há pelo menos 232 municípios que aplicam um desconto consoante o número de filhos.

Segundo o Jornal PÚBLICO, há pelo menos 52 concelhos onde o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) vai baixar este ano. São 232 os municípios que concedem desconto neste imposto referente à primeira habitação de acordo com o número de filhos, podendo ir até aos 20% para quem tem 3 ou mais filhos.

Segundo o Código do IMI, a taxa deve situar-se num intervalo entre 0,3 e 0,4%, mas as câmaras que ainda estão a cumprir programas de reajustamento devido ao endividamento excessivo podem chegar aos 0,5% desde que o justifiquem.

Entre as que cobram 0,45% e 0,5% estão os casos de Portimão, Santa Comba Dão, Santarém, Alandroal e Alfândega da Fé.  Entre as que reduzem o IMI estão câmaras de maior dimensão como Sintra (0,33%), Vila Nova de Gaia (0,44%), Cascais (0,37%), Loures (0,38%), Matosinhos (0,4%), Amadora (0,34%), Oeiras (0,23%), Seixal (0,395%) e Bombarral (0,36%).

A lista das que aumentam inclui a Covilhã (0,38%), Valongo (0,409%), Paços de Ferreira (0,325%), Alpiarça (0,42%), Lourinhã (0,38%), Cadaval (0,38%), Vila Viçosa (0,35%), Cuba (0,35%) e Vila do Bispo (0,4%).

Devido aos incêndios, pelo menos 8 municípios vão isentar de IMI os edifícios que tenham sido afetados: Mortágua, Carregal do Sal, Vila de Rei, Vouzela, Seia, Lousã, Góis e Tondela.

O imposto cobrado este ano diz respeito a 2017 e pode ser pago em até três prestações, consoante o seu valor.

Texto: Sofia Alçada
Imagem: Unsplash | Helloquence

Artigos recentes