Loading...

Como se manter socialmente ativo depois da reforma

Há que encetar o seu envelhecimento ativo e positivo encarando com otimismo a reforma e, consequentemente, o facto de ter muito tempo livre pela frente para aproveitar como bem lhe aprouver. E a verdade é que há muitas coisas divertidas para fazer e mil e uma ideias para sair de casa, divertir-se e conviver. Está à espera de quê para se manter socialmente ativo depois da reforma?

Socializar é fundamental em qualquer idade e em qualquer etapa da vida, mas normalmente é depois da reforma que as pessoas sentem mais dificuldade em manter amizades, sair de casa e conviver. Porém, se pretende encetar um envelhecimento ativo e positivo, não deve descurar as atividades de cariz social. A sua presença é fundamental para prevenir diversos problemas! Aceite o nosso conselho: olhe pelo seu corpo e mente e amplie a sua rede de contactos para se manter socialmente ativo depois da reforma.

  •  Mantenha-se fisicamente ativo

Agora que está reformado não pode usar a desculpa de que não tem tempo para fazer exercício físico, não é verdade? Por isso, comece a praticar algum desporto. Seja ele qual for (ginástica, natação, ciclismo, golfe ou uma simples caminhada), trará inúmeros benefícios à sua saúde mental e física: prevenção de doenças, controlo do peso, melhoria do humor, aumento da independência e interação social, entre outros. E se conseguir fazer parte de um grupo que pratique exercício, melhor ainda. É o 2 em 1 ideal para se manter socialmente ativo depois da reforma e encetar um processo de envelhecimento ativo e positivo.

Mais sugestões para ocupar o tempo na reforma? Clique aqui!

  • Mantenha-se intelectualmente ativo

Para manter o cérebro ativo e evitar o declínio cognitivo, é importante aprender novas atividades, seja tocar um instrumento musical, seja aprender uma nova língua, aventurar-se pelo artesanato, costura, jardinagem… ou mesmo tirar um curso! Não se esqueça que nunca é tarde para aprender e a proliferação de universidades seniores prova isso. Da informática à arqueologia, passando pela culinária e fotografia, há cursos para todos os gostos e, além de aprender uma nova matéria, fomenta o convívio, conhece pessoas novas e, claro, mantem-se socialmente ativo depois da reforma.

  • Mantenha ou amplie a sua rede social 

Não estamos a falar da rede social Facebook (mas também pode aproveitá-la!) para manter e até encetar novas amizades. Estamos a falar naquela rede que consegue manter e até aumentar se sair de casa com frequência e conviver com outras pessoas, além da família. Se quer conviver e manter-se socialmente ativo depois da reforma, mas não sabe bem como, pois aceite estas sugestões: tente criar encontros semanais com os seus amigos e/ou antigos colegas de trabalho, frequente grupos (seja um grupo desportivo, de dança, de leitura, do centro de convívio…) e – por que não? – faça serviço de voluntariado, além de se sentir útil a ajudar quem mais precisa, cria novas redes sociais e relações de amizade e vive um envelhecimento ativo e positivo.

Como vê, não é preciso muito para se manter socialmente ativo depois da reforma. É só ultrapassar esse desconforto, esse receio de se envolver com outras pessoas, aceitar este empurrãozinho e marcar hoje mesmo um café com os seus amigos, uma aula experimental no ginásio, uma visita à universidade sénior mais próxima e até a uma associação onde possa fazer voluntariado. Preparado?

Se ficou interessado em viver feliz os seus anos dourados, clique aqui e perceba porque deve construir o seu envelhecimento ativo e positivo desde cedo.

Texto: Sofia Santos

Imagem: Unsplash

Artigos recentes