A Encontrar+se – Associação de Apoio a Pessoas com Perturbação Mental Grave – em conjunto com diferentes parceiros, desenvolveu o programa das Comemorações do Dia Mundial da Saúde Mental que ainda se encontram a decorrer. O Impulso Positivo falou com Filipa Palha, Presidente do Conselho Diretivo da Associação com o intuito de informar e sensibilizar mais e melhor a população em geral em relação àquele que ainda é um dos grandes tabus e entraves à inclusão de todos sem exceção.
O Dia Mundial da Alimentação assinala-se hoje, sob o lema "Pessoas saudáveis dependem de sistemas alimentares saudáveis".
Um total de 42 ministros europeus dos negócios estrangeiros, entre os quais o português Rui Machete, assinaram uma petição para abolir a pena capital, para assinalar o Dia Mundial contra a Pena de Morte, na passada quinta-feira.
O prémio Nobel da Paz de 2013 foi hoje atribuído à Organização para a Proibição de Armas Químicas. A organização com sede em Haia, ficou recentemente em destaque depois de ter sido encarregada pelo Conselho de Segurança da ONU de destruir o arsenal químico da Síria.
Como parte da resposta humanitária massiva à crise Síria, o Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas (World Food Programme - WFP) está a implementar um programa inovador de cartões pré-pagos no Líbano que vai permitir a centenas de milhares de refugiados sírios efectuarem compras para satisfazer as suas necessidades alimentares e ajudar a impulsionar a economia local.
Foi precisamente há um ano que a jovem ativista pelo direito à Educação das mulheres, Malala Yousafzaï , de 16 anos, foi alvejada com um tiro na cabeça à porta da sua escola, em Mingora, Paquistão.
A "Pró - Inclusão" - Associação Nacional de Docentes de Educação Especial e a Associação "Pais em Rede" – IPSS criada com o objetivo de responder às necessidades das famílias das pessoas com deficiência, estão a organizar uma “Concentração Nacional Por Uma Educação Inclusiva De Qualidade”, hoje, dia 9, pelas 18 horas, em frente ao Ministério da Educação.
Seis anos a contribuir pela luta contra o estigma e pela promoção da saúde mental. No dia em que a ENCONTRAR+SE festejou o seu primeiro aniversário, foi apresentada a primeira campanha nacional de combate ao estigma associado às doenças mentais – “UPA 08. Uma música para a saúde mental” com a qual se iniciava o Movimento UPA. No próximo dia 10 de Outubro, o Movimento UPA faz 6 anos.
No próximo dia 17 de outubro, Dia Internacional da Erradicação da Pobreza, irá realizar-se a Jornada pela Cidadania. Trata-se de uma iniciativa de um conjunto de entidades não-governamentais e públicas, que tem como principal objetivo assinalar o Ano Europeu dos Cidadãos 2013 e sensibilizar todos para a importância da construção de uma sociedade mais justa e igualitária.
A comemoração dos 10 anos de atividade vai levar a TESE - Associação para o Desenvolvimento pela Tecnologia, Engenharia, Saúde e Educação a realizar no próximo dia 1 de Novembro um evento dedicado ao tema “Direitos Humanos: o papel da Cooperação e da Juventude no Desenvolvimento”.
O Conselho Português para os Refugiados diz que as alterações que o Governo quer introduzir à lei de asilo para a adaptar às diretivas europeias ameaçam os direitos de quem precisa deste tipo de proteção. Entre outras entidades, o anteprojeto de proposta de lei foi submetido pelo Ministério da Administração Interna à apreciação da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD), que dele faz uma análise demolidora.
“Sem saúde mental não há saúde. É a saúde mental que abre aos cidadãos as portas da realização intelectual e emocional, bem como da integração na escola, no trabalho e na sociedade. É ela que contribui para a prosperidade, solidariedade e justiça social das nossas sociedades. Em contrapartida, a doença mental impõe múltiplos custos, perdas e sobrecargas aos cidadãos e aos sistemas sociais”. (Livro Verde, Comissão das Comunidade Europeias, 2005)
A Raízes – Associação de Apoio à Criança está a organizar um ciclo de conferências FNAC, com o tema: “Não me chames princesa chama-se presidenta! – Estereótipos e preconceitos associados ao género masculino e feminino”, organizada pelo projeto Jovens Embaixadores/as para a Igualdade em parceria com a FNAC. A primeira sessão terá lugar no próximo dia 30 de setembro, Às 18.30 na FNAC do Centro Comercial Vasco da Gama, em Lisboa.
Pelo menos 4.150 menores abandonaram a Síria sem serem acompanhados por qualquer familiar, informou na passada sexta-feira o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).
A Pais-em-Rede lança amanhã, dia 19, na Livraria Ler Devagar, 3 livros infantis de autoria de Alice Vieira, Luísa Beltrão e Luísa Ducla Soares sobre crianças afetadas por doenças que tanto as tornam “especiais” como prodigiosas e marcantes para a sua comunidade escolar e familiar. Baseados em meninos reais, estes livros pretendem explicar às crianças o que é a trissomia 21, o autismo ou a paralisia cerebral - de uma forma compreensível e enquadrada no dia-a-dia escolar.
Um dos arquitetos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) diz temer que a falta de uma liderança forte na ONU faça com que os objetivos de erradicação da pobreza sejam substituídos por uma “Lista de desejos” politizada e inatingível depois de 2015.
Cerca de 23% dos mais de dez mil homens inquiridos no âmbito de um estudo sobre a violência sobre as mulheres em seis países da Ásia admitiram ter violado pelo menos uma vez, a maioria a própria mulher ou namorada. Um em cada dez homens reconheceu ter violado uma mulher com a qual não tinha qualquer relação.
Porque é preciso travar os comportamentos agressivos e aprender a respeitar todos, sem exceção, o Impulso Positivo falou com Sara Caetano, Inês Carapinha e Francisco Valente Gonçalves, a equipa técnica à frente do projeto Jovens Embaixadores para a Igualdade, promovido pela Associação Raízes.
Mais de dois milhões de refugiados sírios saíram do país para os países limítrofes, sendo que mais de metade são crianças, segundo indicam os últimos dados do ACNUR, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.
No passado dia 23 de agosto, Dia Internacional de Lembrança do Tráfico de Escravos e sua Abolição foi feito o apelo à comunidade internacional para evitar que o Campeonato Mundial de Futebol se realize em 2022 no Qatar, a menos que o país reforme as suas práticas de trabalho escravo.