Loading...

Teleassistencia: Novo servico “Sempre Consigo”

Com uma população portuguesa com cada vez maior esperança de vida e que pretende viver o mais autónomo e independente possível, mantendo os seus hábitos, os serviços de teleassistência são uma boa solução que ajuda e apoia este segmento da população, dando a quem cuida o descanso e tranquilidade necessária. Afinal são já mais de 1 milhão de pessoas com idade acima dos 75 anos e cinco mil com 100 ou mais anos em Portugal, como referiu Francisco George atual presidente da Cruz Vermelha Portuguesa. Neste contexto, nasce o “Sempre consigo”, um serviço de teleassistência que resulta de uma parceria entre a Prosegur e a Cruz Vermelha Portuguesa. O Serviço de teleassistência alerta serviços médicos em caso de emergência e mantém registo da localização da pessoa em situações de desorientação ou perda.

Os benificiários deste serviço vão estar protegidos 24 horas por dia, sete dias por semana, devido a um pequeno dispositivo que poderá ser transportado ao pescoço. O aparelho tem uma série de funções que mantêm quem o utiliza sob vigilância e dá aos seus familiares uma maior tranquilidade. Desta forma, não perde a sua independência e autonomia, dando ao cuidador a certeza que em caso de necessidade, será acionado o sistema que permitirá rapidamente resolver a questão seja ela de emergência ou de urgência. Desta forma, poderão ser acionados os sistemas de saúde através da ligação a Cruz Vermelha Portuguesa ou os sistemas de segurança, por ligação a PSP ou a GNR local.

Uma das mais frequentes ocorrências desta população são as quedas. Caso ocorram, o próprio aparelho emite um alerta para o Centro de Atendimento Médico que funciona 24 horas por dia, e que de imediato avisa o cuidador ou o familiar de contacto e, se a situação assim o justificar, os serviços de emergência médica. Além disso, o utilizador pode premir o botão de emergência para entrar em contacto com o centro de atendimento, que atua em conformidade com a situação identificada.

Outra vantagem do serviço ‘Sempre Consigo’ é a geolocalização. O cuidador pode definir uma zona de segurança e receber um alerta sempre que o dispositivo ultrapasse os limites estabelecidos. Esta função é especialmente indicada para o cidadão que começa a apresentar problemas de orientação no espaço. O sistema de geolocalização permite ainda visualizar todo o percurso realizado pelo utilizador.

Para que não fique sem bateria, quando atinge um determinado nível (cerca de 20%) recebe um alerta assim como o cuidador para que possa colocar o dispositivo a carregar e assim poder usufruir do “Sempre Consigo”.

Outra das funcionalidades do serviço é o de permitir emitir um aviso de inatividade, sempre que o dispositivo não for ativado durante mais de 48 horas. Tendo o acordo com a Cruz Vermelha Portuguesa, a cada 15 dias os serviços médicos realizam uma chamada de rastreio para o utilizador do dispositivo, transmitindo o resultado desse acompanhamento ao cuidador ou familiar de contacto. Assim é garantido o contacto periódico com o utilizador, podendo ser a frequência do contacto modificada em função da necessidade especial ou de alguma alteração detetada.

Na base de todas estas funcionalidades está uma plataforma onde se podem configurar múltiplos alertas sobre geolocalização, (localização permanente do dispositivo para evitar casos de desorientação ou perda), Zona segura (podendo receber aviso caso o utilizador saia da zona estabelecida) e rastreamento (permitindo visualizar o percurso realizado)

Segundo informação do Director de Marketing da Prosegur, João Carvalho, não é preciso ser cliente da empresa Prosegur para ter acesso a este serviço, embora os clientes da empresa tenham condições mais vantajosas. O serviço está disponível em 3 packs distintos, (Prata, Ouro e Platina) com valores que rondam os 24 a 38€+IVA e níveis de serviço diferenciados como nos explicou Cipriano Monteiro, gestor de produto da marca. O valor do equipamento é de 200€ caso não seja cliente Prosegur e de 175€ caso seja.

A qualidade do ‘Sempre Consigo’ está assegurada por uma equipa de profissionais da Cruz Vermelha Portuguesa e da Prosegur, que tem mais de 90 vigilantes no terreno que garantem a melhor e mais rápida resposta às ocorrências. São profissionais que estão legalmente habilitados a interagir e cooperar com as autoridades competentes como a polícia, bombeiros e elementos de emergência médica.

 

 

Texto: Adaptação Press Release Prosegur
Imagem: Unsplash | Alex-Pavloff

Artigos recentes