Loading...

Temporada Música em São Roque celebra 30 anos

Este projeto, dirigido a todos os públicos, tem também como um dos seus desígnios a divulgação da música portuguesa, nomeadamente pelo estudo e apresentação de compositores nacionais

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa lançou recentemente o Polo Cultural São Roque, que integra a Igreja e o Museu de São Roque, o Arquivo Histórico, a Biblioteca e o futuro Museu Casa Ásia – Coleção Francisco Capelo, para além da Brotéria, Centro Cultural da Companhia de Jesus, com a sua biblioteca.

Simultaneamente, apresentou no dia 13 de setembro as linhas programáticas da Cultura até 2020, num modelo integrado e plurianual, sob o tema da Hospitalidade.

Neste âmbito, a Temporada Música em São Roque (TMSR) continua a constituir um projeto fundamental na programação cultural deste Polo.

Organizada desde 1989, com direção artística de Filipe Carvalheiro, procura incentivar o gosto pela música, contribuindo para humanizar a cidade e estimular a revelação de jovens talentos, envolvendo várias Escolas de Música que aqui têm um palco para apresentar o seu trabalho.

Este projeto, dirigido a todos os públicos, tem também como um dos seus desígnios a divulgação da música portuguesa, nomeadamente pelo estudo e apresentação de compositores nacionais, desconhecidos do grande público.

Por outro lado, ao decorrer em vários espaços da Santa Casa, a TMSR tem dado a conhecer o seu património histórico-artístico, nomeadamente através de visitas que antecedem os concertos, designadamente à Igreja e Museu de São Roque, bem como aos Conventos de São Pedro de Alcântara e de Santos-o-Novo.

Já com 30 anos de existência, esta Temporada manifesta o seu dinamismo pela permanente renovação da sua oferta, seja pela integração no seu reportório de uma ópera encenada, seja pelo alargamento dos espaços de concerto a outros locais, como por exemplo, na edição deste ano, a recém-reabilitada Igreja de Nossa Senhora do Loreto, que está a comemorar os 500 anos da sua fundação, ou o Ciclo de Sessões de Apreciação Musical, orientadas pelo maestro Martim Sousa Tavares.

Este ciclo, intitulado “Ouvidos para a Música”, é constituído por cinco encontros, que contam também com a presença do Ensemble MPMP para ilustrar os diversos períodos musicais. Foi pensado para guiar o público num périplo à descoberta da música clássica, explicando os seus significados e segredos e quebrando barreiras entre a música, a arte e a vida quotidiana.

Pensando no público infantil, paralelamente aos concertos são realizados ateliers lúdico-pedagógicos relacionados com o universo musical, que permitem que os pais assistam aos espetáculos.

Com a preocupação de abrir portas a todos, a Temporada Música em São Roque reflete bem a missão de uma Misericórdia integradora e inclusiva, que também promove a coesão social através da cultura.

Texto: Margarida Montenegro – Diretora da Cultura da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa- Publicado em impusl+| Publico – Suplemento 08 de Novembro 2018

Imagem: Unsplash

Artigos recentes