Loading...

Turismo: Portugal como destino de luxo

Portugal está a ganhar terreno como destino turístico de luxo junto dos norte-americanos. É a opinião do Virtuoso Awards, organizados por uma rede global de viagens de luxo.

Portugal continua na moda. Desta vez, foi eleito “o destino a visitar” em 2018 pelos Virtuoso Awards, numa cerimónia que decorreu em Las Vegas, nos Estados Unidos da América. A Virtuoso é uma rede global de viagens de luxo, com vários associados dos EUA. Este foi um mercado cujas visitas a Portugal subiram 35% no ano passado (Fonte: Turismo de Portugal), uma tendência que se confirmou no início deste ano.

“No primeiro semestre de 2018 recebemos 354 mil hóspedes norte-americanos, mais 21,3% do que em igual período do ano passado, o que nos dá uma previsão muito otimista para este ano”, explica Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, citado em comunicado.

“Portugal tem vindo a assumir um papel de destaque no segmento do Turismo de Luxo, essencial para o seu posicionamento enquanto destino de excelência.”

A aposta neste mercado não é apenas concentrada em visitas turísticas, mas que “comecem a considerar-nos como destino para investir e viver”, revela Luís Araújo. O mercado norte-americano é referenciado na Estratégia Turismo 2027, onde estão definidas as metas que o país pretende alcançar em termos de turismo.

Esta distinção “é uma ótima notícia e mostra que Portugal se afirma cada vez mais como um destino de qualidade, que é atraente para turistas que gastam mais“, afirma Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado do Turismo, citada em comunicado

Receitas turísticas a crescer

As receitas da atividade turística em Portugal totalizaram perto de 7 mil milhões de euros no primeiro semestre do ano, um aumento de quase 14% em relação ao mesmo período do ano passado.

Ao todo, segundo os dados publicados pelo Banco de Portugal, os turistas gastaram 6,9 mil milhões de euros no conjunto de janeiro a junho deste ano, mais 13,88% do que no primeiro semestre do ano passado. Maio foi o melhor mês deste período, com um total de 1,59 mil milhões de euros em receitas turísticas. Em junho, as receitas caíram ligeiramente, para 1,43 mil milhões de euros.

Estes números mostram que, durante o primeiro semestre, os turistas gastaram em Portugal uma média de pouco mais de 38 milhões de euros por dia. Já os portugueses gastaram um total de 2,26 mil milhões de euros lá fora, o que representa um aumento de 7,44% face ao primeiro semestre do ano passado. Portanto, o saldo da balança turística fixou-se em 4,63 mil milhões de euros, mais 17% do que há um ano.

Isso mesmo destaca a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho. “Estes números mostram que o turismo continua a crescer ao longo de todo o ano, e particularmente que estamos a conseguir crescer ar um ritmo muito superior em termos de receitas, o que demonstra que estamos a crescer em valor, conseguindo atrair turistas que gastam mais”, referiu, em comunicado enviado às redações.

Texto: Sofia Santos

Imagem: Unsplash

Artigos recentes